terça-feira, 2 de maio de 2017

FORMAÇÃO DE SACERDOTISAS DA DEUSA 2017/2018




NA TRADIÇÃO DO ARCO ATLÂNTICO

ESPIRAL 1 2017-2018

Informação sobre o Curso, programa da primeira espiral e condições de participação:

Esta formação está aberta a mulheres e a homens que se sintam chamadas para este caminho desafiador que exige compromisso, foco, coragem e determinação. Para que a nossa dedicação à Deusa seja sincera, válida e eficaz, a melhor das disposições é requerida, passando por uma boa forma física que nos possibilite o contacto direto com a natureza de Cale. Também ao nível psicológico é preciso ter consciência de que o toque da Deusa é sempre transformador. Esta formação vivencial pode ser desafiadora para algumas pessoas e implicar profundas mudanças a nível pessoal para as quais cada uma deve estar preparada. Todo o apoio possível será, entretanto, fornecido.

Nesta Espiral entraremos em conexão profunda com a terra de Cale, Calaica-Beira, Deusa dupla, Anciã e Donzela, e com as Sábias Irmãs do Poente, as nove Hespérides. Cada encontro inclui estudo e reflexão pessoal, partilha e cerimónia, caminhada consciente na natureza, nesta dimensão e na do Jardim Dourado das Hespérides, bem como apelo à criatividade, com a realização de artes manuais inspiradas na tradição da Deusa e a Ela dedicadas.

O caminho duma Sacerdotisa ou Sacerdote na Tradição do Arco Atlântico é um caminho de devoção ao serviço da Deusa tal como Ela se expressa no ciclo das estações, na paisagem física, no mito e na forma como connosco comunica. Neste treino a nossa devoção está essencialmente focada em Cale, Deusa do nosso território, nas suas várias faces, e em Héspera/Hespéria/Ibéria, Deusa tutelar do espaço maior em que nos integramos, a Península Ibérica, sendo importante conhecer as Suas energias e o significado da devoção que Lhe dedicamos.

Entre os encontros, espera-se que a pessoa em formação trabalhe e ponha em prática o que foi aprendido, realize propostas de trabalho que lhe serão fornecidas, estabeleça uma conexão diária com a Deusa através da meditação e da oração junto do seu altar e na natureza, mantenha um diário, crie cerimónias pessoais e visite lugares sagrados da Deusa no território, perto ou longe de onde vive. A realização atempada dos trabalhos propostos é um requisito indispensável ao sucesso desta formação.

Espiral um - Programa

1.º Encontro, sábado 28 e domingo 29 de outubro 2017: Cale, a Anciã – a Morte e o Renascimento. Libertaremos o velho e plantaremos as sementes das novas intenções.

2.º Encontro, sábado 16 e domingo 17 de dezembro de 2017: Cale do Ar – a Quietude e o Tempo do Sonho. Ancestralidade. Iniciação do Ar. Proteção e limpeza energética. 

3.º Encontro, sábado 27 e domingo 28 de janeiro de 2018: Cale, a Donzela – o Despertar da Criatividade. Vivificar as sementes. Águas de cura. Artes de Iria-Brígida.

4.º Encontro, sábado 17 e domingo 18 de março 2018 (data ainda sujeita a confirmação): Cale do Fogo – Vitalidade e Poder Pessoal. A iniciação do Fogo. Labirinto e Bastão de Poder.

5.º Encontro, sábado 28 e domingo 29 de abril 2018: Cale, a Amante – Cavalgando entre os Mundos. Sexualidade sagrada. Amor. Mistérios do sangue.

6.º Encontro, sábado 16 e domingo 17 de junho 2018: Cale da Água – o Mergulho nas Profundidades. Iniciação da Água. O cálice sagrado. Compaixão e cura emocional.

7.º Encontro, sábado 21 e domingo 22 de julho 2018: Cale, a Mãe – Manifestação e Colheita. Abundância, Generosidade, Gratidão, Maternidade.

8.º Encontro, sábado 15 e domingo 16 de setembro 2018: Cale da Terra – dedicação à Deusa como Irmã das Hespérides.

ESPIRAL 2 COM INÍCIO NO SAMHAIN DE 2018

Durante oito fins-de-semana desenvolveremos aptidões práticas duma Sacerdotisa, no seu papel de cerimonialista da Deusa, oráculo, facilitadora, viajante entre mundos e apoiante espiritual.
O papel duma Sacerdotisa é público, trata-se, portanto, de contribuir para que a Deusa regresse ao mundo, para que através de nós Ela se torne visível e operante.  Espera-se então que cada uma dê o melhor da sua habilidade para criar e apoiar eventos inspirados na Deusa, Templos e Comunidades de pessoas adoradoras da Deusa na nossa terra.
Como parte da formação, a pessoa é encorajada a colaborar, enquanto Sacerdotisa ou Sacerdote, nas cerimónias de celebração da Roda do Ano para pôr em prática as suas capacidades de Sacerdotisa ou de Sacerdote da Deusa, bem como a participar em outros eventos da Deusa. Nesta Espiral, cada participante deve organizar e realizar três eventos públicos inspirados na Deusa no lugar onde reside habitualmente. O ano termina com uma cerimónia especial de auto-iniciação como Sacerdotisa ou Sacerdote da Deusa, que inclui extensa caminhada na natureza.

Curso não residencial, a alojamento e alimentação não incluídas.
 
Custos
Valor de cada Espiral - 600 euros
A inscrição só será considerada válida após envio de ficha de inscrição devidamente preenchida e comprovativo do pagamento de 100 euros (não reembolsáveis em caso de desistência e a deduzir no valor do curso).
Horário da formação: 9:30 às 18:00 horas com pausas para almoço e bebidas.
Espaço: Óbidos.


Email de contacto: jardimdashesperidestemplo@gmail.com

 

sexta-feira, 21 de abril de 2017

CELEBRAÇÃO DE BELTANE




Quem aceita o desafio de vir celebrar Beltane num lugar único na Serra dos Candeeiros, ativando este Templo natural da Deusa do Amor (de Murça também)? A proposta é sacralizarmos este lugar, resgatando-o do esquecimento e consagrando-o à Deusa, abrindo-nos ao mesmo tempo a receber dele/d’Ela a Sua energia curadora.

Cerimónia com invocação das Deusas Roda da Deusa
Bênçãos dos Elementos
Partilha
Cura emocional
Arte da Deusa
Merenda
Festa!

Proposta: usar vermelho (criaremos in loco a nossa coroa de flores)

segunda-feira, 17 de abril de 2017

AGENDA ABRIL - OUTUBRO 2017





Esperar a Sesta…

Assim se designa na região onde nasci esta atividade aguardada em tempos com grande entusiasmo por marcar a chegada dos longos dias soalheiros, quando as muitas horas de sol nos permitem que gastemos algumas delas num sono reparador. Quem trabalhava no campo tinha a partir desta altura direito ao repouso após o almoço, na sombra generosa projetada pelo arvoredo. A data escolhida era o primeiro domingo a seguir à Páscoa, cuja calendarização é feita segundo o ciclo lunar e não solar, denunciando as suas profundas raízes pagãs. 

Esta tradição, no entanto, pode conduzir-nos por outros caminhos de interpretação e levar-nos a considerar a possibilidade de se tratar dum resquício da celebração de Beltane, em data muito próxima, quando a Deusa Amante, a Senhora dos Prazeres, nos torna criaturas mais doces, receptivas, voluptuosas, sensuais e magnéticas e por toda a natureza o acasalamento das espécies é condição essencial para a perpetuação da vida… 

O sono, no entanto, o acto de dormir em lugares de poder, para obter cura ou preciosa informação através dos sonhos, é antigo e comum a muitas tradições. Famoso é o sonho do rei Artur às portas de Avalon antes de e como condição (porque revelador do propósito da sua peregrinação) para entrar na Ilha sagrada…
A estatueta encontrada num templo de Malta, todavia, da famosa sacerdotisa adormecida, atesta ainda duma função sacerdotal feminina envolvendo o sonho profético…

Nesta atividade experimental, desenhada com base no meu conhecimento direto deste hábito ancestral, no conhecimento de outras tradições semelhantes e na inspiração da Deusa, a proposta é ativarmos em nós antigas funções sacerdotais femininas, num contexto seguro, guiado e protegido, de pura beleza, graça, magia, compaixão e significado. 

O lugar exato, a preparação prévia e os materiais requeridos ser-te-ão indicados no ato de inscrição (obrigatória até 3 dias antes do evento, 20 de abril) através do email:


Donativo mínimo a favor do Templo da Deusa do Jardim das Hespérides: 10 €


CELEBRAÇÃO DE BELTANE 2017